Dicas para ter um jardim de inverno dentro de casa Sem categoria | 15.06.2021

O cultivo de plantas pode proporcionar sensações de relaxamento e calmaria, além de colaborar para a concentração e foco nas atividades posteriores. E nada melhor que ter um espaço dedicado às flores em casa, certo? Se você deseja garantir um local em seu lar dedicado, confira as dicas para ter um jardim de inverno em casa. 

Provavelmente, você já ouviu falar sobre jardim de inverno. Em resumo, este é um espaço com plantas, flores e, às vezes, fontes de água, nas casas ou apartamentos. A intenção é justamente levar um pedaço da natureza para dentro do lar. 

A cultura e o cultivo do jardim de inverno se popularizaram no Brasil nos últimos anos, especialmente em 2020. Isso porque as famílias voltaram a passar mais tempo em suas casas, e começaram a sentir falta do contato com a natureza. 

Porém, o estilo peculiar e charmoso destes jardins é uma herança da cultura europeia para nosso país. Desde o século XVII, os grandes casarões já contavam com um espaço de convivência repleto de plantas, que depois foi nomeado jardim de inverno.

Com o passar dos anos, os arquitetos, designers e até mesmo proprietários foram adaptando o modelo de jardim para seus lares. Porém, em seu estilo original um jardim de inverno é formado em uma sala ou canto da casa com grandes janelas e teto de vidro, com o objetivo principal de captar forte incidência solar e, assim, manter as plantas saudáveis. 

Uma curiosidade sobre o termo, é que “inverno” entrou no nome deste jardim justamente pela característica dos vidros fechando o espaço. Na Europa, com o inverno muito rigoroso, todas as plantas e flores que ficam descobertas acabam morrendo. Nos jardins de inverno, mesmo com o frio, chuva ou vento, as plantas continuam verdinhas. 

Por que ter um jardim de inverno em casa?

Independente da região onde você mora, o jardim de inverno pode ser uma ótima opção para sua casa. Em primeiro lugar, ele pode ser tornar um espaço para relaxamento, descanso e até terapêutico, caso você mesmo cuide das plantas. Muitas famílias inserem redes ou balanços em meio às flores, tornando o jardim um cantinho para leitura, por exemplo. 

Além disso, os jardins de inverno são opções charmosas e muito práticas para a decoração da casa. Conforme os estudos de arquitetos e decoradores, as plantas conseguem levar muito mais aconchego para os ambientes. Por isso, vários projetos de casas e até apartamentos já contam com a inserção de um cantinho dedicado às flores. 

Agora, se você gosta de plantas, mas não tem muita prática no cultivo e cuidado com elas, também existem diversas opções de jardins mais minimalistas e contemporâneos, com plantas que não exigem muita manutenção, como os cactos ou suculentas. 

Em quais espaços inserir um jardim de inverno?

Como citado anteriormente, a única característica que define se o espaço é realmente um jardim de inverno é o vidro ao redor e em cima das plantas. Mas, os projetos mais atualizados já incluem jardins em diversas áreas da casa. 

Um exemplo disso são os espaços vazios debaixo da escada. Esses vãos podem ser utilizados de diversas maneiras, mas já imaginou colocar flores por lá? Se o local for bem iluminado por uma janela ou porta, o cultivo de plantas pode funcionar por lá. Olha só uma inspiração:

Outra ideia é inserir os vasos ou plantações na janela da sala, trazendo muito mais luz e aconchego para o ambiente de descanso da casa. Aqui, é importante que acima das plantas seja inserido um teto de vidro ou portas na lateral. Afinal, se o ambiente ficar totalmente aberto vários fatores podem afetar a sua sala de estar, como chuva, insetos e vento. 

Já para quem tem um espaço maior disponível em casa, como um terraço, por exemplo, o jardim de inverno ganha mais robustez e também funcionalidades. A sugestão de inserir cadeiras, balanço ou redes funciona muito bem aqui. 

Para garantir um momento ainda mais relaxante e tranquilo, que tal colocar um jardim de inverno no banheiro de sua casa? Em ambientes maiores é possível inserir um espaço dedicado às plantas ao lado da banheira, por exemplo. Assim, a natureza estará ainda mais perto. Além da tranquilidade, o verde leva muito mais charme para os banheiros. 

Cozinhar com uma vista especial é sempre mais agradável. Por isso, o local de preparo dos alimentos também pode receber uma atenção maior na decoração, inserindo um jardim de inverno na cozinha. Seja na própria janela ou em um cantinho dedicado, as plantas podem funcionar muito bem por lá. Uma dica é inserir alguns vasos com temperos como alecrim, manjericão, salsinha e até pimentas. 

Quais são as plantas mais indicadas para um jardim de inverno?

O cultivo das plantas exige dedicação e alguns cuidados especiais. Porém, no jardim de inverno é necessária uma atenção redobrada no momento da escolha das plantas. Por contar com um vidro nas laterais e no teto do espaço, é importante que as flores escolhidas sejam resistentes à “estufa” criada ali. 

Como o objetivo do jardim de inverno é levar mais beleza e aconchego para o lar, é importante que as plantas não se tornem uma dor de cabeça ou um trabalho exagerado para os donos da casa. Desta maneira, listamos algumas das plantas mais indicadas para um jardim de inverno

É importante que a escolha seja baseada no local onde o seu jardim será construído. Antes de plantar, observe qual é a ação do sol no ambiente e categorize as plantas desta maneira: 

  1. Plantas para sol: aposte nas plantas que não precisam de irrigação constante e que brotam facilmente com a luz. São elas: cactos, suculentas, planta pérola, dedinho de moça, flor da fortuna, jade ou gastéria. 
  1. Plantas para meia sombra: aqui são as flores que gostam de locais iluminados, mas não diretamente do sol. Algumas opções são espada de São Jorge, samambaias, orquídeas, bromélia, jiboia (muito indicada para banheiros), lírio da paz, palmeira-leque ou begônia.
  1. Plantas para sombra: escolha as plantas que gostam de locais mais fresquinhos. Como, por exemplo, a famosa costela de adão, chifre de veado, renda portuguesa, zamioculca, lírio do Amazonas ou maranta. 

Todas as plantas indicadas podem ser plantadas diretamente no chão ou então em vasos grandes. É importante que o plantio seja feio com argila expandida e substrato, elementos que vão garantir uma rega mais eficiente e nutritiva para as plantas. 

A rega varia conforme a planta escolhida, mas pode ser feita diretamente com uma mangueira que alcance o local ou então com jarras e borrifadores de água. 

Agora que você já sabe os motivos, locais e as plantas perfeitas para criar o seu jardim de inverno, é hora de colocar a mão na massa! Escolha o melhor cantinho da casa e comece a planejar esse espaço de decoração e relaxamento. 

Se você ainda está em busca de um novo lar para a sua família, inclua um espaço livre nos requisitos de avaliação dos imóveis, assim, sobre uma área para a construção do seu jardim de inverno. Todos os modelos de casas do House Paris da CGL, por exemplo, contam com um espaço livre, seja para a construção de uma horta, jardim externo ou jardim de inverno da família. 

Confira os lançamentos da CGL Construtora e se encante pela estrutura, localização e projetos exclusivos em Curitiba, a capital ecológica > https://cgl.com.br/lancamentos/ 


Compartilhe:
[TheChamp-FB-Comments url="https://blog.cgl.com.br/dicas-para-ter-um-jardim-de-inverno/"]