plantas para decoração interna

5 plantas para decoração interna de apartamento ou casa Decoração & Arquitetura | Dicas | 26.04.2021

Quando pensamos em decoração de ambientes logo pensamos em plantas decorativas. Trazendo beleza e iluminando os espaços, as plantas internas também auxiliam na temperatura, para que fique mais amena, e purificam o ar. E sim, há plantas que não precisam pegar sol ou ficar na área externa!

Conheça 5 plantas que você pode ter na sala, no quarto e em outros ambientes cobertos sem luz direta:

1. Espada de São Jorge

Uma planta de resistência impressionante, capaz de sobreviver em (quase) qualquer condição. A espada de são jorge tem folhas fortes e em formato pontiagudo, adequadas para tolerar a baixa luminosidade. No entanto, prospera melhor sob a luz solar direta ou indireta.

Trata-se de um ótimo exemplo de plantas para decoração interna, pois tem seu desenvolvimento favorável a uma temperatura de 20 a 30º C (temperatura média interna) e deixa qualquer ambiente vistoso.

2. Bambu da sorte

Se você deseja mais vida para os espaços mais escuros da sua casa, o bambu-da-sorte é a planta ideal. Ela prospera em locais que recebem pouquíssima quantidade de luz e ainda traz uma sensação mais tranquila para o ambiente.

A planta é bastante útil para quem tem uma rotina corrida e quer um espaço livre de estresse ao retornar para casa no fim do dia. Além de plantado na terra, o bambu da sorte também pode ficar em um vaso com água. Entretanto, você deve se atentar à troca da água, que deve ocorrer quando estiver turva (entre 2 e 4 semanas).

3. Costela de Adão

Agora, quando o assunto é home décor, uma das mais queridinhas é a Costela de Adão, ótima para espaços internos que pedem sofisticação e requinte. Com suas folhas exuberantes, encanta qualquer um. 

Plantas dessa espécie são fáceis de cuidar, pois elas nos dizem exatamente do que precisam. Caso estejam amareladas, provavelmente estão recebendo muito sol. Se as folhas permanecerem pequenas, será necessário adicionar adubo ao solo… Mas tome cuidado se você tiver animais de estimação em casa: elas podem ser tóxicas para os bichinhos!

Use um vaso grande e a posicione em um local estratégico. Quando grande (como na foto), a costela de adão pode ficar pesada e pender para uma direção.

4. Pleomele

Vistosa e arbustiva, esta espécie apresenta caule ereto e ramificado, com folhas bastante ornamentais, com verde mais escuro no centro e bordas brancas ou verde-limão e podem atingir uma altura média de 2 a 3 metros. Originárias do leste africano, não necessita luz direta, mas se desenvolve bem próximo à janelas e em ambientes de muita claridade. Deve ser regada regularmente, de 2 a 3 vezes na semana.

5. Zamioculca

É um excelente curinga para corredores e locais com baixa luminosidade natural, onde outras plantas dificilmente sobreviveriam. À primeira vista, além de destacar-se pela beleza das folhas brilhantes, com o aspecto de cera, as folhas também chamam atenção pelo tom verde bem escuro. A espécie é tão resistente que continua linda mesmo em ambientes com ar condicionado. Mas tome muito cuidado com a quantidade de água: é preferível deixá-la passar sede do que regar em excesso.

Bônus: como saber que está na hora de regar (definitivamente)

Um dos maiores desafios de cuidar de plantas é o desconhecimento sobre a rega. Na internet você pode encontrar muitas informações, mas muitas delas podem acabar confundindo.

Antes de mais nada, para saber se a sua planta precisa ser regada, faça o seguinte: com o dedo ou um palito de churrasco, sinta a terra do vaso. Caso a terra esteja seca, é hora de regar. Da mesma forma, caso a terra esteja úmida, ainda não é hora de regar.

Atenção! Água demais também pode prejudicar as suas plantas! Nesse sentido, dê preferência a vasos com furo + prato em baixo para a água escorrer e você poder descartar o excesso. Mas, caso uso vaso sem furos, faça uma camada de drenagem no fundo do vaso (uma camada de argila expandida e manta bidin é o suficiente).

Portanto, com essas dicas, não tem como seus ambientes não terem o seu estilo e os espaços passarem despercebidos. Mas a maior dica que queremos dar a você hoje é: não importa qual espécie de planta você tenha no ambiente interno do seu lar, todas precisam de um cuidado básico e especial para mantê-las sempre saudáveis e bonitas.

Novo lar

Procurando um novo lar para chamar de seu em Curitiba? Conheça os nossos lançamentos aqui!


Compartilhe:

posts relacionados

como montar mesa para ceia

Mesa para ceia: como montar e o que não pode faltar Dicas | 16.12.2020

Ser o anfitrião da Ceia de Natal é uma grande responsabilidade e, ao mesmo tempo, uma imensa alegria. Receber os familiares, amigos e pess...

DE OLHO NA TENDÊNCIA: COMO USAR O CLASSIC BLUE NA SUA DECORAÇÃO Decoração & Arquitetura | Tendências | 04.02.2020

Ano após ano, a empresa Pantone desperta a ansiedade de decoradores e profissionais da área ao anunciar a Cor do Ano. Ainda em dezembro de...
[TheChamp-FB-Comments url="https://blog.cgl.com.br/plantas-para-ambientes-internos/"]